quinta-feira, 17 de abril de 2008

O HOMEM QUE TRAIU JESUS - I -

pastor rogerio nascimento





O PERFIL DE JUDAS ISACRIOTES

Texto: Mt 26.14-25,45-46

INTRODUÇÃO
Após ter sua alma prensada, sentir sozinho a agonia da alma e o terror da noite. Após sofrer a angustia do cálice amargo que teria que beber e derramar a sua alma em oração ao Pai, foi confortado por um anjo.
Agora, corajosamente levanta-se para enfrentar a sua hora, a hora de enfrentar a morte na cruz, desperta os discípulos e diz: “Vamos,levantem-se o traidor se aproxima”.
Mas quem era o traidor?
O nome dele era Judas Iscariotes. Muitos tentaram entender o porque Judas traiu Jesus.
As razões que se supõe são as seguintes:
Judas teria traído a Jesus por má índole e foi usado pelo diabo.
Judas teria traído a Jesus porque era membro de um partido político, de nome Zelotes, e esperava que Jesus libertasse o povo de Israel através de uma revolução, e quando isso não aconteceu resolveu entregar Jesus à morte.
Judas teria traído a Jesus porque era um gnóstico e entregou Jesus para que fosse morto e assim libertasse o espírito de Jesus que estava preso pelo corpo físico de Jesus.
Judas era um mercenário e traiu Jesus porque amava o dinheiro (Mt 26.14-16)
O que sabemos, é que as Escrituras dizem que o diabo entrou no coração de Judas (Jo 13.27)
Diz também que Judas era o filho da perdição (Jo 17.2).
Analisando o perfil de Judas segundo os Evangelhos, chegamos às seguintes conclusões
1 – ELE EXPERIMENTOU MOMENTOS ESPECIAS DE GRAÇA, MAS NÃO EXPERIMENTOU A GRAÇA ESPECIAL.
Ele esteve com Jesus por quase três anos. Ele não escolheu estar com Jesus, mas Jesus o escolheu para ser um dos amados discípulos.
Ele fora enviado junto nas muitas missões, para pregar o Evangelho e realizar milagres.
Ele escutou as palavras de Jesus e viu todos os milagres que Jesus fez.
Ele sentiu de perto o amor de Jesus.
Porém, mesmo experimentando demonstrações especiais da graça, não experimentou a graça expecial. Não provou da graça, não viveu a graça.
2- ELE DESFRUTOU DE GRANDE BENÇÃOS.,MAS NÃO SE DEIXOU ABENÇOAR.
Judas, dispunha dos mais elevados privilégios religiosos possíveis. Ele foi escolhido para ser um Apóstolo de Jesus.
Ele viu e ouviu o que nenhum dos personagens do Antigo Testamento viram ou ouviram.
Mesmo assim, seu coração não foi mudado, nem sua vida foi mudada. Ele se apegava ao pecado, ao seu jeito de ser, seu gênio e apesar de ter a benção ao seu alcance, não quis ser abençoado.
3 – ELE FEZ UMA GRANDE CONFISSÃO DE FÉ, MAS NÃO VIVEU SUA CONFISSÃO.
Judas Iscariotes havia dito sim a Jesus. Ele havia feito a confissão que cria em Jesus. Fosse ele um cristão dos tempos da Igreja, ele teria feito a declaração do Credo Apostólico.
Ele falava como um discípulo, agia como um discípulo, pregava como um discípulo, mas na essência não era um discípulo de Jesus.
Ele não parecia um traidor, mas o seu coração não era convertido.
Por isso, não podemos nos enganar, precisamos ter uma conversão verdadeira.
4- ELE SEGUIA O CAMINHO CERTO PELOS MOTIVOS ERRADOS E SABIA O QUE ERA CERTO, MAS FEZ TUDO ERRADO.
Judas seguia a Jesus, O caminho, verdade e a vida (Jo 14.6). Judas seguia a Jesus a luz do mundo (Jo 8.12). Judas gostou do Evangelho, gostou das verdades do Evangelho, mas não se converteu ao Evangelho, não se deixou mudar, transformar pelo Evangelho.
Muitas pessoas, hoje, estão fazendo a mesma coisa. Estão sempre ouvindo as Palavras de Jesus, mas não vivem as Palavras de Jesus.
A hipocrisia dominava o coração de Judas. Ele foi amado por Jesus, mas com um beijo o traiu.
Quando ele chega Jesus diz a ele: amigo, o que você veio fazer?.
Podemos dizer que ele começou fazendo o certo, mas terminou no erro.
Judas amou o erro, mesmo sabendo a verdade. Vendeu-se à perdição eterna, mesmo sabendo o caminho do céu.
APLICAÇÕES PARA NOSSA VIDA
1 – Precisamos viver a graça e não apenas experimentar a graça.
2 – Mais do que receber bênçãos, precisamos ter a benção. Você precisa ser uma pessoa abençoada.
3 – Mais do que nossa confissão, precisamos viver o que confessamos.
4 – Precisamos seguir o caminho certo pelo motivo certo. A glória de Deus.
CONCLUSÃO
Precisamos examinar nossa fé. Precisamos analisar nossa vida com Deus.
Como estamos vivendo nossa fé, nosso cristianismo, pois Judas se perdeu, mesmo estando muito perto de Jesus.
No caminho para cruz, onde Jesus pagou por nossos pecados, ele foi traído por Judas.

Um comentário:

andreia disse...

certamente q nos dias de hoje veremos os milagres como Jesus sempre fez mas hoje teremos muitos como judas,
por ter multiplicado a iniquidade....
abç